Como ficou a VW Brasília restaurada \o/

Esse ano está sendo emblemático para a “Zizi”, minha Volkswagen Brasília 1976. Após 10 anos de sua aquisição lá no interior do Rio, e alguns anos de restauro, finalmente a quarentona desembarcou em São Paulo. Desde que comecei a reformá-la em 2014, muita coisa mudou e acabei dedicando menos tempo ao blog. Teve trabalho novo, paternidade, mudanças, mas… agora reservei uma agenda para voltar a escrever e curtir meu hobby. E, nada mais justo do que mostrar como ela ficou 👌

No geral comecei pelo trabalho de funilaria, devolvendo a pintura à sua cor original, o azul colonial da Volkswagen, mesmo que era estampado também no Fusca. Quando ela foi comprada estava pintada de caqui, mas algumas falhas no interior deixaram as pistas para mim!

Depois foi a vez do serviço de capotaria. Quis deixar a Brasília como original: bancos em courino preto com miolo de tecido. As forrações de teto, piso e painéis das portas também foram refeitas. Pequenos detalhes não foram esquecidos: emblema da VW na dianteira, lanternas traseiras novas (toda em vermelho como na época), troca das borrachas de vedação, nova buzina e grade de proteção do escapamento anexo ao para-choque traseiro.

A mecânica composta pelo motor Box 1.600 de 65 cavalos nunca deu trabalho, fora os cuidados de rotina – troca de óleo, filtros, velas, fluídos. Eu já subi estrada de serra melhor com ela do que com um Fit zero km. O torque com a tração traseira e seu peso de 900 kg foram um conjunto bem legal. A parte elétrica abrangeu troca de fusíveis e buzina.

Eis o resultado até aqui! Ainda gostaria de colocar os retrovisores originais, encontrar o botão de sintonia do rádio Clarion e alguns retoques finais…. 👊🏼

PG

Author: PG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *