Nissan Sway: o futuro March?

Carro Conceito Nissan Sway 2015

Seria ele o futuro do Nissan March? Faz sentido… (e não só para Europa).

A Nissan apresentou, no Salão de Genebra, na Suíça, o Sway, carro-conceito que promete trazer inovações ao segmento de hatches compactos, começando pelo design. O Nissan Sway é uma demonstração de como poderia ser a futura geração de modelos compactos da Nissan para a Europa se esta nova linguagem de design fosse aplicada. O conceito foi desenhado especificamente para o gosto europeu: é emocional, vanguardista e “exciting”.

O objetivo da Nissan com o Sway é mexer com o segmento de hatches compactos, que tradicionalmente tem uma parcela de clientes conservadores do mercado europeu. Com suas linhas arrojadas e atraentes, com uma frente impressionante, interior elegante e funcional e arrojado uso de cores sofisticadas, o conceito é um desafio ao design emocional.

No interior foram aplicadas técnicas usualmente conhecidas na arquitetura industrial, entre elas elementos de alumínio estrutural. Seu uso significa simplicidade e força, mas também atenção ao detalhe e uso de cores e materiais associados a produtos premium.

Carro Conceito Nissan Sway 2015

Visual dá um banho de novidade nos compactos da Nissan.

O exterior utiliza quatro elementos altamente distintos: a grade em V, teto “flutuante”, faróis em formato de bumerangue e uma coluna C mais alta, todos representando a nova assinatura de design da marca – o Nissan Lannia Concept, exibido em 2014, no Salão de Pequim, tinha alguns deles, assim como o novo Murano recentemente lançado nos EUA. O Sway traz pela primeira vez esta nova linguagem de design em um hatch compacto. Outros modelos futuros, de diferentes segmentos de mercado e de várias regiões, seguirão a mesma direção de estilo.

A grade em V, montada baixa na parte frontal entre os para-choques, é o ponto de partida de um desenho arrojado, que contorna o capô e as rodas dianteiras antes de mergulhar de forma marcante em direção ao centro da porta dianteira.

A grade se aproxima dos faróis bumerangue, cujas próprias lâmpadas formam a assinatura, enquanto que os LEDs dentro criam a impressão de um par de olhos em observação. Normalmente esse formato de bumerangue é criado por meio da utilização de lâmpadas de LED dentro de uma forma mais convencional de iluminação.

A assinatura bumerangue das luzes traseiras é igualmente marcante, dissecando os elementos de três quartos da traseira. Para facilitar a entrada e saída, o Sway não tem coluna B central e portas traseiras com dobradiças posteriores.

Outra característica da nova linguagem de design da Nissan é o “teto flutuante”, que se expressa por meio de um teto panorâmico em vidro emoldurado por uma construção estendida em forma de C. Essa estrutura é realçada pelo uso de uma cor alaranjada que contrasta com o azul-cinzento da carroceria. A rigidez extra é fornecida por uma estrutura em X marcada no centro do teto com o ponto central sobre os passageiros do banco da frente.

O teto de vidro proporciona duas grandes vantagens: quem está dentro pode desfrutar de uma sensação de liberdade e espaço, enquanto quem está fora pode admirar o interior.

O Sway é único em sua combinação de cores entre o exterior e o interior. Por fora, traz um tom cinza com toques de azul, que são visíveis sob a luz, harmonizado com uma cor laranja contrastante.

O interior é mais escuro, com azul mais forte, em alto contraste com o marfim e o laranja que combinam com o exterior para dar um sentido de unidade para o carro.

Inspirado no protótipo IDx, revelado pela primeira vez no Salão do Automóvel de Tóquio, em 2013, o Sway adota –o mesmo conceito de design interior de um painel em forma de asa delta. O resultado é um interior em que funcionalidade é a prioridade, e onde nada foi usado para mero efeito decorativo.

Acho que um Novo Nissan March vem aí!…

Fonte: Nissan/Divulgação

PG

Author: PG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *