Flagra: desrespeito ao rodízio municipal de veículos #prontofalei

Uma história verídica triste. Ontem eu havia saído do trabalho e vinha subindo a ladeira de casa, a pé, quando vi uma executiva agachada junto a traseira de seu carro colando adesivos na placa para transformar o número “3” em “8” e, assim, fugir do rodízio municipal de veículos que existe em São Paulo.

Ora, reclamamos de políticos, de corrupção, mas quem faz o país somos nós! Lei para que? Educação para que? Uma amiga ainda lembrou que o rodízio existe para reduzir a poluição na cidade e para tentar diminuir o volume de carros nas ruas. Confesso que fiquei indignado. Desnecessário cara senhora!

Por isso que quando vamos a Europa ou aos Estados Unidos voltamos encantados com os motoristas que respeitam faixa de pedestre, semáforos, etc. Ainda temos muito que aprender sobre civilidade.

Nota: o rodízio municipal de veículos estipulado pela CET SP (Companhia de Engenharia de Trânsito) proíbe a circulação de veículos num anel central de bairros, em determinados dias da semana de acordo com o número final da placa. A proibição funciona das 7h as 10h e das 17h às 20h.

Placas com final 0 e 1 – segunda-feira
Placas com final 2 e 3 – terça-feira
Placas com final 4 e 5 – quarta-feira
Placas com final 6 e 7 – quinta-feira
Placas com final 8 e 9 – sexta-feira

A multa para quem desrespeita o rodízio é de R$ 85,13 e 4 pontos na carteira de habilitação.

Serviço: www.cetsp.com.br

PG

Author: PG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *