Alfa Romeo: carros, história e design

Alfa Romeo

Quadrifoglio, a logomarca da Alfa Romeo

A história da Alfa Romeo começa em 1907 na Itália, como Darracq. Em 1910, com o fim da sociedade entre seus fundadores, um deles, Cavaliere Ugo Stella,  cria a Alfa – Anonima Lombarda Fabbrica Automobili. Em 1916, Nicola Romeo assume a empresa e a converte em uma indústria bélica para atender seu país na Primeira Guerra Mundial. Com o fim da guerra, em 1920, acontece a mudança de nome para Alfa Romeo. De lá para cá, foram muitas histórias: fábrica bombardeada durante a Segunda Guerra, falência, ditadura, estatização e em 1986, a privatização e a consequente venda para o Grupo Fiat.

Um detalhe interessante: o sucesso dos carros e do design da marca se deu em 1923, quando o então piloto de corrida pela Alfa, Enzo Ferrari, convenceu Nicola Romeo a contratar Vittorio Jano (ex-Fiat à altura) para ser o designer da marca. Que mundo pequeno não? Tanto a Alfa quanto a Ferrari hoje fazem parte do conglomerado Fiat, que inclui também a Lancia e mais recentemente à Chrysler.

Minha história com os carros da Alfa…

Lá pela década de 80, no interior do Rio de Janeiro, ainda pequenos, eu e meus irmãos íamos sempre brincar depois das aulas no consultório médico de meu pai. Depois de um determinado tempo, era hora de ir para casa, mas, claro,  ele ainda estava trabalhando. Então entrava em cena o simpático, magrinho e bigodudo Sr. Geraldinho, o taxista de confiança de meu pai, e com ele, o Alfa Romeo 2300 [acredito que fosse de meados dos anos 70]. O modelo sedã foi fabricado no Brasil de 1974 à 1986, quando a FIAT, dona da marca, extinguiu a produção local.

Depois, me recordo que no começo dos anos 90,  o presidente Fernando Collor reabriu o mercado nacional para importação de automóveis, e com este feito chegou ao mercado o Alfa Romeu 164. Um super sedã, muito bonito, com todo luxo a que se tinha direito. Havia um em minha cidade! Outros modelos fizeram sucesso como o sedã médio 155, o pequeno notável 145, e mais para o ano 2000, a linha 156.

Bem, entre idas e vindas, os carros da Alfa Romeo não figuram mais entre nós. A Fiat de tempos em tempos sinaliza o interesse em voltar, mas parece uma idéia distante. Talvez, quem sabe, usando as fábricas da Chrysler nos EUA ou no México, a distribuição possa retornar. Pra já, toda vez que ando pela Europa, fico babando, sonhando em poder ver por aqui carros como o hatch Guilietta, o compacto Mito ou o esportivo 8C. Para mim os carros vermelhos da Alfa Romeo são o mais o puro design italiano.

Alfa Romeo Mito

Mito, o compacto hatch da Alfa

Alfa Romeo 8C

O super esportivo das ruas 8C

Alfa Romeo Giulietta

Giulietta, o hatch médio da família Alfa Romeo

Fonte: Alfa Romeo | Alfa Romeo Brasil | Wikipédia

PG

Author: PG

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *