Novo Chevrolet Cobalt 2012: fotos, vídeo, preços e avaliação

Chevrolet Cobalt

Novo GM Cobalt: quase um Agile sedan

Demorei um pouquinho para conhecê-lo, mas hoje aproveitei o feriado em São Paulo e fui dar um passeio na concessionária Carrera, na Avenida Brasil – aliás, o vendedor Victor merece créditos pela simpatia e atenção. Agora sim, posso dizer prazer em conhecê-lo Cobalt [Côbalt].

Alguns meses antes do lançamento do Cobalt, em outubro passado, um amigo do setor havia comentado comigo: “é um carro para fazer sucesso com taxistas”, e neste segmento a GM trabalha bem com a Zafira, Meriva, etc. Hoje, aquela opinião parece fazer todo sentido. Vamos ao carro! O design não encanta, é impossível olhar a frente e não ver um Agile, o que será sempre tema de discussão – há quem ame e há quem odeie. A traseira muito semelhante a um Vectra com “face-lift”. Não dá para se apaixonar. É diferente de olhar um Cruze ao lado e dizer, carro bacana!

Chevrolet Cobalt

Na traseira, semelhanças com o falecido Vectra

Confesso: o interior é melhor que o exterior. Existe um amplo espaço para as pernas – tenho 1,83 e fiquei confortavelmente na frente e no banco de trás, instrumentos acessíveis e com boa ergonomia, vários porta-objetos e o painel [eu gosto] mistura o conta-giros analógico com os demais instrumentos digitais [lembra as motos mais modernas]. O conjunto todo do quadro de instrumentos parece pequeno, mas é legal. Nem se compara por exemplo ao VW Fox/SpaceFox no passado. A versão que conheci era uma “LT”, intermediária, que tinha ar-condicinado, direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos, espelho retrovisor e maçaneta na cor do carro, air bag duplo, banco do motorista com regulagem de altura.

Chevrolet Cobalt

Painel pequeno, mas "descolado" - mistura digital e analógico. O formato sextavado não te lembra o velho Chevette?

Chevrolet Cobalt

Console central com plástico de boa qualidade

O motor é 1.4 litros flex de 102cv (álcool/etanol) e 97cv (gasolina). O grande sucesso mesmo do carro está na consequência de suas medidas – 4,47 metros de comprimento e 2,62 metros de entre-eixos – isto representa, além do conforto interno, um porta-malas com capacidade para acomodar 563 litros de bagagem. É mais que a capacidade do Renault Logan, que tem 510 litros.

Veja o comparativo de versões e preços
Cobalt LS      R$ 39.980 | Ar, direção, travas, alarme
Cobalt LT      R$ 43.780 | Ar, direção, travas, alarme, vidros (diant), ABS, air bag duplo
Cobalt LTZ    R$ 45.780 | Ar, direção, travas, alarme, vidros, retrovisores, ABS, air bag, farol neblina, computador de bordo, som com MP3.

Minha conclusão
Realmente o carro parece cair como uma luva para frotistas e taxistas. Se você quiser outras opções, espere a chegada da linha Chevrolet Sonic (hatch e sedan), ou o novo Fiat Siena (que está estourando por aí). Pense também em um Nissan Versa. Aliás, vou compará-los em um próximo post.

Veja o vídeo de lançamento do modelo:

www.chevrolet.com.br
Agradecimento: Carrera/Jardins

PG

Author: PG

Share This Post On

2 Comments

  1. Ja estava fazendo teste drive para pegar um, ai foi lançado o Grand Siena. Acabou com o Cobalt: cobalt LT 1,4 43 mil, siena essense 1,6 43 mil: siena com abs e air bag duplo em todas as versões. Ninguém é lider por acaso por 10 anos. A fiat matou a concerrência mais uma vez. Fala mal da fiat quem nao entende de carro.

    Post a Reply
  2. Caro Gerson, realmente a fiat em relação a mecanica ela arraza, mais no quesito de conforto e estabilidade a fiat pra ficar ruim tem que melhorar muito …..

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *